terça-feira, 15 de setembro de 2009

Nem tudo o que é "viral"... é ouro!

O vídeo atingiu mais de um milhão de visitas no Youtube. Uma mãe Dinamarquesa, apresenta o se filho August, e procura via internet o pai da criança. Conta-nos a história de como o conheceu num bar e acabou em casa com ele, para não o encontrar na sua cama no dia seguinte... Não o culpa! Claro... que na Dinamarca somos modernos ... mas gostava de o voltar a ver...

É mentira.

É um viral.

A ideia é atrair turismo para a Dinamarca...

E é de um extremo mau gosto.




Mas qual é o conceito? Qual o "gancho"?

"Hey! Venham à Dinamarca! As mulheres aqui são tão belas e fáceis, que mesmo que tenham um filho vosso... não vos vão culpar! Mas apenas querem que voltem..."

O jornal Ekstra Bladet "caiu-lhes em cima" que nem gente grande. Os responsáveis parecem ser da plataforma governamental para o turismo da Dinamarca: VisitDenmark. E já retiraram qualquer referencia ao vídeo do Youtube.

A actriz Ditte Arnth Jorgensen já admitiu que o vídeo é falso, e o bebé, claro está, não é dela...

Alguns dos responsáveis criativos do vídeo, têm-se desculpado, dizendo que apesar de encriptada, a palavra "AD" (referindo-se para o nosso "PUB" em Portugal), aparece no vídeo num quadro um pouco a cima do ombro esquerdo da mãe (o nosso lado direito do écran)...

Haaaa... então estão desculpados!!



2 comentários:

JC disse...

É mau demais e contraria as regras do viral. Não me apetece nada partilhar.

FV disse...

Um bom exemplo do "what not to do"... A séria!!