terça-feira, 18 de novembro de 2008

Pôr-se a jeito...

"Eu não acredito em reformas quando se está em democracia (...) não sei se não seria bom haver seis meses sem democracia" para pôr "tudo na ordem".

A frase, plena de soundbyte, podia ter sido proferida por algum líder de um Governo "democrático" da América do Sul ou do continente Africano, mas não. Os créditos são mais uma vez de Manuela Ferreira Leite, líder do PSD (relembrar esta).

Em democracia também é fundamental a existência de uma oposição forte ao poder central. Em Portugal, ultimamente, não temos assistido a grande coisa e a julgar por estas palavras sábias, não vamos ver tão cedo.

Pediram que a sra. quebrasse o silêncio, agora desesperem para que se volte a calar.

2 comentários:

FV disse...

Conseguem ouvir o «silvar» da queda enquanto quebra o ar estratosférico por força da gravidade?...

...FSC dá voltas na campa. Só pode.

...Já se ouvem os passos de PPC ao longe, equanto ajeita a gravata.

O intelectual da Marmeleira devia rever o que pretende de tudo isto.

FV disse...
Este comentário foi removido pelo autor.